Desde o início da pandemia da Covid-19 em março deste ano o mundo todo vem passando por diversas mudanças no  de vida de todos, desde a educação até a maneira como fazemos compras. 

Ainda que a maioria dos setores da economia esteja sofrendo as consequência da crise na economia e isolamento social, o comércio virtual brasileiro vem crescendo durante a pandemia. Segundo o Compre&Confie, o crescimento foi de 81% comparado ao mesmo período de 2019, tendo um faturamento de R$ 9,4 bilhões. 

Isso nos leva a uma conclusão: embora todos estejam passando por uma fase difícil, o ecommerce encontra diversas oportunidades. Essas oportunidades vão desde o aumento nas vendas até a melhora no posicionamento de marca e fidelização dos clientes. 

Entre as oportunidades que surgiram para as vendas online estão a migração do público de lojas físicas para a internet, a preferência por marcas que demonstram responsabilidade social e que facilitam trocas e devoluções devoluções de produtos. Além da possibilidade de expansão do mercado para outras regiões. 

Entenda a seguir um pouco melhor sobre cada uma delas: 

 

Aproveite que as pessoas estão comprando online 

Segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), desde o início da pandemia mais de 135 mil lojas aderiram às vendas pelo comércio eletrônico para continuar vendendo e mantendo-se no mercado. Se sua loja já está na internet, você já saiu na frente! 

Mas não adianta só ter uma loja online, é preciso apostar forte na sua preparação, suporte do site, logísticas e, principalmente, divulgação. Lojas online existem muitas, mas como a sua será diferente? Como vai atrair todas essas pessoas que estão passando a fazer compras no ambiente virtual? 

Uma ótima opção é investir nas redes sociais da sua loja e em anúncios ou posts patrocinados. Assim sua loja terá um aumento no tráfego e, consequentemente, nas vendas.

 

Posicione-se socialmente 

Hoje o consumidor não quer só comprar, ele quer consumir de uma marca que tenha os mesmos valores que o dele ou que pelo menos demonstre posicionamento e responsabilidade social. Pense em campanhas que espelham isso, em conteúdos nas redes sociais que façam sentido para seu público – assim ele vai compartilhar e gerar mais alcance para sua marca – e em mostrar preocupação com o momento atual. 

Algumas grandes marcas também estão iniciando ou apoiando projetos, como a Heineken, que iniciou uma campanha de incentivo aos bares. Mas se sua marca é menor, que tal apoiar uma organização ou projeto da sua cidade ou região?

 

Facilite a vida do seu consumidor 

Todo mundo sabe o quão frustrante é comprar uma peça de roupa online, esperar ansiosamente dias pela sua chegada e descobrir que era o tamanho errado ou que o caimento não fica bom em você. 

Pense que seu cliente se sente exatamente assim, mas você não quer que ele se sinta decepcionado com a sua marca, certo? Então pense em estratégias para evitar que isso aconteça, como trocas grátis, possibilidade de devolução ou até mesmo um provador virtual que o ajude a escolher o tamanho correto. 

E não esqueça de deixar muito claro essas facilidades e benefícios desde o primeiro momento que ele olhar para seu site. 

 

Expanda seu mercado 

Sua loja vende só para uma determinada região do país? Que tal pensar em expandir essa área de atuação e conseguir clientes novos e, consequentemente, aumentar suas vendas? 

Avalie quais as possibilidade de expansão do seu mercado, suas opções de entrega e se este novo público está dentro da sua persona. Se todas as respostas forem positivas, talvez seja uma boa você pensar em começar a vender para outros locais. 

 

Depois de ler esse texto já teve várias ideias e quer implementá-las no seu ecommerce para ontem? 

É pensando em todas essas e outras oportunidades que surgiram para as lojas online durante a pandemia que neste mês de agosto vamos trazer uma série de textos voltados para a adaptação e para os novos caminhos que seu ecommerce pode tomar. 

 

Referências: 

https://www.delage.com.br/blog/covid-19-como-preparar-o-negocio-para-e-commerce/

https://www.ecommercebrasil.com.br/artigos/e-commerce-crescimento-pandemia/